sábado, 31 de maio de 2014

PULSEIRAS PARA MENORES INFRATORES EM CAICÓ



A IDEIA SOOU COMO UM RASTILHO DE PÓLVORA NA CIDADE DE CAICÓ

EM DEFESA da ação policial que tem sido de um heroísmo e tanto na Cidade de Caicó, toda a população de bem está aplaudindo de pé a gloriosa polícia militar, a ROCAM e agora a polícia civil por estarem unidas e retirando de circulação todos os vírus que tem poluído de uma hora para outra a nossa tão amada cidade. havia um emaranhado de bandidos de fora (e ainda tem outros tantos escondidos) poluindo as pessoas de bem e os nossos menores que convivem com seus lares conturbados e que não lhes dão assistências necessárias. (FOTO DO BLOG DE JAIR SAMPAIO)
Mas o que realmente chamou a atenção da mídia caicoense foi quando o polêmico vereador Leleu Fontes ironizou em plena reunião que teve em Caicó por intermédio de representantes da Criança e do Adolescente de que não havia possibilidade de um policial identificar logo de cara e em pleno confronto armado quem é adulto ou quem é de menor. O fato levou Leleu a sugerir que fosse colocadas nas munhecas dos menores infratores certas pulseiras que logo chamariam a atenção para denunciar a olhos vivos os delinquentes de tenra idade. Com as pulseiras nos braços dos menores, a polícia já identificaria que era o menor infrator e não ousaria lhe investir contra. 
Friso que semelhante a ideia de Leleu, nos EUA já foi criado uma espécie de tinta que pinta o preso no braço e que por luzes a laiser eles são identificados até no local do crime.
A ideia soou como polêmica e espera-se que se levante discussões a respeito de tal.....
SÓ PODE SER O FIM DOS TEMPOS MESMO! O POVO PEDINDO PARA QUE SEJA CRIADA A MARCA DA BESTA-FERA!!!!    

SOCORRO AOS MENORES INFRATORES DE CAICÓ

SOCIEDADE INTELECTUALIZADA DE CAICÓ SE REÚNEM PARA DISCUTIR EVENTOS OCORRIDOS COM MENORES INFRATORES DA CIDADE DE CAICÓ E REGIÃO NESTE ANO DE 2014

JÁ ERA DE SE ESPERAR QUE A SOCIEDADE INTELECTUAL DE CAICÓ, dotada de homens de bem e preocupados com o futuro das nossas crianças e adolescentes que estão se envolvendo com o crime e com o tráfico de drogas. o que eles precedem é que esteja havendo em Caicó a criação do que eles chamam de "Cultura de Morte" para os menores infratores. Tanto é que em nota a Organização dos Advogados do Brasil - Subseção de Caicó/RN teve de se reunir em plenária com outras instituições que visam a garantia dos direitos e deveres estabelecidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Na ocasião reuniram-se juízos de vários setores, segundo o Blog Jair Sampaio, como: 
Juíz da Vara da Infância e da Juventude / Caicó-RN (Dr. Luiz Antonio Tomaz do Nascimento); Diretoria, Comissão de Direitos Humanos e Cidadania e Comissão de Estudos da OAB-Caicó (Dr. Roberto Lins Diniz, Dr. João Braz de Araujo e Dr. Pedro Henrique D. da Rocha, Dr. João Paulo Pereira de Araújo e Dr. José Jorge de Oliveira); além do Comandante do 6º BPM/Caicó (Major Walmary Costa); Setor de Juventude da Diocese de Caicó (Sr. José Rogério Batista de Souza); Conselho Tutelar de Caicó (Srs. Reginaldo Luis de Araujo e Rogério Linor de Queiroz); Conselho Municipal de Direito da Criança e do Adolescente de Caicó (Sr. Joseilson Ferreira de Araujo); Associação dos Pastores Evangélicos (Sr. Divino Félix) e o Representante Estadual do Conselho de Direitos Humanos (Sr. Geraldo Soares Wanderley), que nesta oportunidade debateram o crescente índice de criminalidade envolvendo adolescentes e o aumento da violência em nosso município. "Nesta reunião, foram aprovados vários encaminhamentos dentre eles a reafirmação por estas instituições e entidades da luta contra a cultura de morte e pela necessidade de uma atuação concreta e conjunta do poder público e da sociedade civil organizada como forma de garantir os direitos humanos fundamentais do cidadão. A próxima reunião deste grupo de trabalho acontecerá na próxima terça-feira (03/06/2014), às 13 horas, no Fórum da Justiça Estadual/Cidade Judiciária de Caicó-RN". (Fonte: http://www.jairsampaio.com ; Blog do Jair Sampaio).

É CONCORDO E MUITO QUE TENHA QUE HAVER DISCUSSÕES A CERCA DO QUE A MÍDIA EXPÕE PARA A SOCIEDADE QUE CAICÓ TENHA FICADO VIOLENTA NOS ÚLTIMOS TEMPOS. MAS VEJO QUE NÃO FOI SÓ CAICÓ, POIS TEM MUITAS CIDADES DO RIO GRANDE DO NORTE SOFRENDO COM ÍNDICES DE VIOLÊNCIA E QUE ATRIBUO A REALIZAÇÃO DA MERDA DA COPA DO MUNDO EM NOSSO PAÍS. PERCEBO QUE A CULTURA DE MORTE QUE SE FALAM QUE EXISTE OU QUE ESTÁ EXISTINDO EM CAICÓ NÃO É UM FATO SÓ DA NOSSA CIDADE E INTERIOR. NO BRASIL TODO SE FORMOS FAZER UMA PESQUISA A INSATISFAÇÃO POPULAR EM TERMOS DE SEGURANÇA PÚBLICA ESTÁ CAÓTICA. CIDADÃOS DE BEM NÃO PODEM MAIS VIVER TRANQUILOS DENTRO DE SUAS CASAS, POIS CORREM RISCOS DIÁRIOS DE SEREM MORTOS OU ROUBADOS NÃOS SÓ POR MENORES, MAS POR OUTROS DELINQUENTES ADULTOS. A PROVA DE QUE O BRASIL JÁ É UM PAÍS INSEGURO SÃO OS PRÓPRIOS PRESÍDIOS QUE SE ENCHEM CADA VEZ MAIS DE PRESOS E MAIS PRESOS. TODOS OS SETORES DE MÍDIA APESAR DE SEREM TACHADOS COMO EXAGERADORES DA CRIMINALIDADE ROTINAM DIARIAMENTE CRIMES E MAIS CRIMES QUE SE ACOMETEM OS NOSSOS HOMENS DA SOCIEDADE. 
DEVE HAVER PREVENÇÃO? SIM! MAS TAMBÉM PARA OS QUE JÁ ESTÃO GALGADOS NO CRIME DEVE HAVER PUNIÇÕES E MAIS RÍGIDAS, SEM DESPERTAR NO POVO DE BEM UM AR DE IMPUNIDADE. AS MANIFESTAÇÕES QUE ESTÃO OCORRENDO NO PAÍS E QUE AINDA VÃO OCORRER MAIS É JUSTAMENTE PARA QUE A SOCIEDADE DE JUSTIÇA E POLÍTICA SE ACORDE E FAÇAM VALER UMA DEMOCRACIA MAIS SEGURA E MAIS DIGNA DE SE VIVER. UMA MINORIA NÃO PODE RASGAR O SLOGAN DA BANDEIRA DO BRASIL QUE É DE "ORDEM E PROGRESSO". É POR ISSO QUE SE DEVE DISCUTIR COM A SOCIEDADE ORGANIZADA E QUE NÃO FIQUE SÓ NAS DISCUSSÕES, DEVE-SE PARTIR PARA A PRÁTICA E SALVAR OS NOVAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUE VEEM POR AÍ. A FAMÍLIA TEM CULPA SIM NO CARTÓRIO, COMO SE DIZ POR AQUI, E SÓ ELA POR LIMITAR AS "LIBERDADES" QUE OS MENORES CONCORREM AO DESRESPEITO, A PERDA DOS VALORES E DAS TRADIÇÕES DE CULTURA. 
DEVE HAVER UMA MUDANÇA NESSE PAÍS COMEÇANDO COM A ANIQUILAÇÃO DAS DROGAS QUE ENTRAM OU SÃO PLANTADAS NESSE PAÍS.   

sábado, 24 de maio de 2014

POLÍCIA MILITAR DE CAICÓ ESTÁ DE PARABÉNS

A ONDA DE VIOLÊNCIA EM CAICÓ TEM SIDO COMBATIDA FERVOROSAMENTE POR POLICIAIS MILITARES E GRUPOS TÁTICOS DE SEGURANÇA PÚBLICA.

É CERTO QUE CAICÓ TEM FICADO MEIO VIOLENTA NESSES MESES DE 2014, MAS A POLÍCIA MILITAR EM CONJUNTO COM A POLÍCIA FEDERAL E GRUPOS TÁTICOS DE SEGURANÇA PÚBLICA TEM FEITO UM BRILHANTE TRABALHO NO COMBATE AO CRIME QUE A MÍDIA TAXA COMO ORGANIZADO E A USURA DE DROGAS ILÍCITAS QUE EXISTE EM CAICÓ DESDE QUANDO O F. GOMES COMBATIA NO RÁDIO. O APOIO EM PARTE DA POLÍCIA CIVIL É TAMBÉM MUITO LOUVÁVEL, MAS QUE FALTA UMA GRANDE EQUIPE DE INVESTIGAÇÃO DURANTE O DIA NA CIDADE. SE OBSERVARMOS O BLOG MENOS POLICIAL DO NOBRE JAIR SAMPAIO VEREMOS QUE AS INVESTIDAS DA POLÍCIA TEM SIDO SEGURAS E EFICAZES E SE NÃO FOSSE ELA A CAPITAL DO SERIDÓ JÁ TERIA SE TRANSFORMADO NUMA VERDADEIRA TERRA SEM LEI.

É PRECISO QUE A SOCIEDADE DE CAICÓ SAIBA QUE NA CIDADE TEM JUSTIÇA SIM E QUE NOSSOS NOBRES HOMENS ESTÃO NA COLA DOS INDIVÍDUOS E NÃO DEMORA MUITO PARA QUE EM CAICÓ TENHA NOVAS PRISÕES DE PEIXES GRANDES QUE ESTÃO FINANCIANDO O CRIME. A OPERAÇÃO COITEIRO AINDA ESTÁ EM VOGA!
TAMBÉM VALE SE DESTACAR QUE BONS AGENTES DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DA PARAÍBA ESTÃO ELUCIDANDO MUITOS CRIMES POR TODA A PARTE DA PARAÍBA E QUE ESTE ESTADO JÁ ESTÁ DEIXANDO EM PORCENTAGEM DE SER UM DOS MAIS VIOLENTOS DO BRASIL. PENA QUE MUITOS CRIMINOSOS ESTÃO CORRENDO PARA O INTERIOR DO RN.
TAMBÉM A POPULAÇÃO DO INTERIOR É MUITO DIFERENTE DA POPULAÇÃO DA CAPITAL. EU ESTIVE CONVERSANDO COM INTELECTUAIS DA CAPITAL DE NATAL E ELES ME ABRIRAM OS OLHOS PARA UM DADO: A SOCIEDADE DO INTERIOR SERIDOENSE PARECE QUE É UMA FAMÍLIA UNIDA E NÃO SE CALA JAMAIS QUANDO VER UM MALFEITO EM SUA CIDADE. OS POPULARES DENUNCIAM MESMO OS CRIMINOSOS, REPASSAM PARA A POLÍCIA O LOCAL EXATO DOS BANDIDOS E A POLÍCIA DÁ O BOTE NA HORA CERTA. MUITAS BOCAS DE FUMO JÁ FORAM RAREFEITAS EM CAICÓ E CIDADES CIRCUNVIZINHAS E MUITOS CRIMES ELUCIDADOS. A POPULAÇÃO SE UTILIZA DE VÁRIOS VEÍCULOS DE DENÚNCIA COMO SITES, CARTAS ANÔNIMAS, LIGAÇÕES OCULTAS, MENSAGENS E FILMAGENS CLANDESTINAS QUE AJUDAM E MUITO A DENUNCIAR OS INFORTÚNIOS.
MUITAS PESSOAS QUE TEM AMIZADES COM POLICIAIS TAMBÉM REPASSAM INFORMAÇÕES E ASSIM VÃO CAMINHANDO A JUSTIÇA POR CAICÓ E OUTRAS CIDADES. O DIFÍCIL MESMO QUE A POPULAÇÃO ENCONTRA É O COMBATE A AÇÕES CRIMINOSAS DE MENORES, PORÉM É PRECISO QUE O POVO SE REVOLTE E FAÇA A JUSTIÇA. INDO AS RUAS E COBRANDO QUE SURJAM MAIS CENTROS DE REABILITAÇÕES AOS MENORES INFRATORES EM TODAS AS CIDADES. SE CADA CIDADE CUIDASSE DOS SEUS JOVENS QUE JÁ ESTÃO REBELADOS NO CRIME, O CEDUC DE CAICÓ NÃO TERIA TANTA LOTAÇÃO E NEM FUGAS SERIAM REGISTRADAS. VALE SALIENTAR QUE UM JOVEM QUANDO ENTRA NO MUNDO DO CRIME SUA IMAGEM FICA MANCHADA NA SOCIEDADE E QUANDO ELE COMPLETAR 18 ANOS CORRE SÉRIO RISCO DE SER PRESO POR CRIMES QUE PRATICOU. E PODE PEGAR MUITOS ANOS.
LIGUE PARA O 190 E NÃO PRECISA DIZER QUEM É.
A POLÍCIA DE CAICÓ ESTÁ NA ATIVA: FAZENDO BLITZ, MONITORANDO DELINQUENTES, FAZENDO CAMPANAS DE INVESTIGAÇÃO, COLHENDO INFORMAÇÕES, E TANTAS OUTRAS COISAS QUE NÃO SÃO REVELADAS PARA NÃO ESTRAGAR AS INVESTIGAÇÕES. OS ARROMBAMENTOS JÁ ESTÃO SENDO MONITORADOS E QUEM TIVER NA ONDA VAI SOFRER COM A RONDA. PERCEBO QUE A POLÍCIA AGORA NO INTERIOR ESTÁ ADOTANDO A TÁTICA DO BOTE DA COBRA: QUE VAI BEM DE MANSINHO, SORRATEIRA, CAMUFLADA E SEGURA NO SEU BOTE. 
É PRECISO QUE OS JOVENS ABANDONEM IMEDIATAMENTE O MUNDO DO CRIME E DAS DROGAS, E QUE DENUNCIE ANONIMAMENTE SEUS TRAFICANTES ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS. O JOVEM NÃO PRECISA SUJAR A SUA VIDA COM COISAS ERRADAS, POIS ESSE MUNDO SÓ TEM DOIS CAMINHOS: A MORTE OU A PRISÃO. A MORTE PODE VIR DE DÍVIDAS DE DROGAS, DE CONFRONTOS COM TRAFICANTES RIVAIS, DE MILÍCIAS JUSTICEIRAS DO BEM, DE POPULARES INSATISFEITOS PELA IMPUNIDADE AO MENOR, DE TIROTEIOS CONTRA A POLÍCIA, DE SEGURANÇAS PARTICULARES, DE PRESOS ASSASSINOS E TANTAS OUTRAS QUE ACOMETEM TODOS OS JOVENS QUE SE INSEREM NO MUNDO DO CRIME. NA PRISÃO O INFERNO É CONSTANTE. O JOVEM É VÍTIMA DE TODA A MÁ SORTE E PODE PERDER BOA PARTE DE SUA VIDA TRANCAFIADO DENTRO DE QUATRO PAREDES.
É PRECISO QUE O JOVEM VÁ PARA UMA IGREJA, SE APEGUE COM DEUS E PROCURE SEMPRE FAZER O BEM E ESTÁ COM DEUS. TODO O JOVEM QUE TEM FÉ EM DEUS SE TORNA SÁDIO E COM OPINIÃO DIGNA DO BEM. PRATICAR ESPORTES TAMBÉM É UMA ÓTIMA SAÍDA.  

sábado, 17 de maio de 2014

TEMOS QUE FAZER UMA REVOLUÇÃO NO BRASIL

VAMOS PLANEJAR UMA REVOLUÇÃO GERAL!

JÁ CHEGA DE ESPERAR QUE SE MUDEM O CÓDIGO PENAL BRASILEIRO, POIS SE FICARMOS DE BRAÇOS CRUZADOS, NÓS ENQUANTO COMUNIDADE QUE AINDA POR ENQUANTO AINDA SOMOS DE BEM, SOFREREMOS O MEDO DE VIVER DE MANEIRA HONESTA. O POVO PRECISA SAIR AS RUAS E PARALISAR DE VEZ ESSE PAÍS DE MEIA TINGELA. TEMOS QUE TOMAR O PODER DE VÁRIOS SETORES ADMINISTRATIVOS E LOGRAR UMA REVOLUÇÃO POPULAR PARA QUE TODAS AS AUTORIDADES DESSE PAÍS ACORDEM E COMECEM A MUDAR DE UMA VEZ. A POPULAÇÃO DE BEM NÃO PODE JAMAIS CONVIVER COM TAMANHA INSEGURANÇA, COM TAMANHO DESCASO DE SAÚDE E COM TAMANHA VERGONHA EDUCACIONAL. PRECISAMOS FAZER UMA REVOLUÇÃO QUE TRAGA A BAIXA NA MAIORIDADE PENAL; QUE TRAGA A MUDANÇA NO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE; QUE DETERMINE UMA PUNIÇÃO MAIS SEVERA PARA CRIMES PRATICADOS POR MENORES E POR CHEFES DE ORGANIZAÇÕES; QUE SE CRIEM MAIS ESCOLAS E QUE ELAS SEJAM EQUIPADAS; QUE SE APLIQUEM A PENA DE MORTE PARA CASOS MUITO GRAVES QUE POSSAM COLOCAR EM RISCO TODA UMA TRANQUILIDADE DA SOCIEDADE DE BEM; É PRECISO QUE SE CRIE PRESÍDIOS EM CADA CIDADE E INTERNATOS PARA MENORES EM CADA CIDADE TAMBÉM; PRECISA-SE MUDAR A INVESTIDA DE UM CIDADÃO DE BEM CONTRA MELIANTES; PRECISA-SE QUE SE SEGURE MAIS NA PRISÃO PRESOS QUE REINCIDEM NO CRIME; TEMOS QUE TIRAR ESSES CORRUPTOS DO PODER; TEM QUE CRIAR FORTES BATALHÕES EM CADA CIDADE E MANDAR O EXÉRCITO CAIR EM CAMPO CONTRA O CRIME ORGANIZADO E O TRÁFICO DE DROGAS; NÓS NÃO PODEMOS MAIS DEIXAR CIDADÃOS DE BEM MORRER NAS MÃO DE CRIMINOSOS; NÃO TEMOS QUE DEIXAR NOSSAS CRIANÇAS SOFREREM ABUSOS E EXPLORAÇÃO SEXUAL; TEMOS QUE FAZER A REVOLUÇÃO!
NÃO TEMOS MAIS ESPERAR POR MAIS QUATRO ANOS DE MANDATO DE DILMA NÃO. A MUDANÇA TEM QUE SER JÁ! O POVO DE BEM TEM QUE SE REBELAR; ENFRENTAR MESMO. NÃO DESISTIR DE LUTARMOS POR UM BRASIL MAIS MELHOR E MAIS SEGURO DE SE VIVER. É UMA VERGONHA PARA O PAÍS E ESTÃO RASGANDO O LEMA DE "ORDEM E PROGRESSO"; TEMOS QUE FAZER A GRANDE MANIFESTAÇÃO CONTRA ESSA PORCARIA DE COPA E CONTRA O INSEGURANÇA BANALIZADA. NÃO SE TEM MAIS SEGURANÇA E A VIOLÊNCIA QUE JÁ CHEGOU NO INTERIOR AGORA NOS DESPERTA PARA A LUTA SEM FRAQUEJAR DE UMA GRANDE MANIFESTAÇÃO EM BUSCA DA MUDANÇA GERAL.
OU FAZEMOS ISSO OU VAMOS TER QUE APOIAR A VOLTA DOS MILITARES NO PODER! 

DESABAFO FEITO POR UM LEITOR ANÔNIMO DESSE BLOG! 

segunda-feira, 12 de maio de 2014

AUTORIDADES DO RN SOCORRAM CAICÓ!

A POLÍCIA CIVIL DE CAICÓ JÁ MELHOROU NA NOMEAÇÃO DE DELEGADOS PARA ASSUMIREM OS PLANTÕES NOTURNOS DA CIDADE. AGORA SÓ FALTA COLOCAR DELEGADOS DE INVESTIGAÇÕES ÀS ONDAS DE VIOLÊNCIA QUE TEM ACOMETIDO A CIDADE DE CAICÓ.
SOCORRA ESTA CIDADE! NAO DEIXE QUE A TERRA QUE POR MAIS DE 260 ANOS DE TRANQUILIDADE NUNCA TINHA ESTADO NUM CAOS DE COMO ESTE violencia. TODOS OS cidadaos DE BEM estao APREENSIVOS, EM PANICO. ACORDEM políticos REPRESENTANTES DE CAICÓ! NAO DEIXE QUE NOSSOS JOVENS NO MUNDO DAS CAIAM DROGAS E DO CRIME.
MANDE PARA CA BOAS EQUIPES DE INVESTIGAÇÃO E QUE DE UM APOIO AO MAIOR BRILHANTE TRABALHO DA POLÍCIA MILITAR QUE JÁ TEM FEITO O MUITO. 
ATENÇÃO GOVERNO DO BRASIL SE ACORDE, NÃO DEIXE QUE O PAÍS SE TORNE UMA GUERRA CIVIL TRAVADA ENTRE CRIMINOSOS E CIDADÃOS DE BEM! 

sexta-feira, 2 de maio de 2014

MEUS OLHARES OCULTOS

ATO DOS DISSES, CONHECENDO O POETA!

DIZEM que eu fico muito prestando atenção no comportamento humano, que eu não tiro os olhos de uma pessoa que passa na minha frente e fito-a tão forte que às vezes as pessoas se incomodam com meus olhares. Meus olhos parecem que tem uma missão de penetrar no interior das pessoas e arrancar-lhes as vísceras e ainda desvendar os segredos mais íntimos dessa pessoa. Pois digo-lhe que não é a minha culpa. Já nasci assim... com olhar poético. Não posso desviar meu olhar se algo me chama a atenção pelo jeito de andar, pelo jeito de ser, pelo se comportar ou pelo simples fato de se apresentar de uma forma estranha para mim. Gosto muito de observar as crianças com um olhar poético e pedagogo. Gosto de observar os jovens com um olhar poético e psicológico. Gosto de observar os adultos com um olhar poético e maturo. Gosto de observar os velhos com um olhar poético e de capta de experiência.
Nada se apresenta para mim com a simples razão de se apresentar. Eu busco mais aquém. E não só é com os seres humanos que eu faço isso não, é com os animais e com as plantas. Mas basta um ser humano que eu fito o olhar me olhar e me cumprimentar que meu pensamento não se sente mais curioso, perde-se no abismo das interpretações e margeio a buscar outro indivíduo para olhar. É por isso que Ana Caroline já dizia que “é isso aí” e que “eu não vou parar de te olhar”, até o momento que você me olhar e me cumprimentar!

O AVAL DO AVARENTO


POESIA: O AVAL DO AVARENTO
POETA: EDNALDO LUÍZ DOS SANTOS.

Este termo infame não se assenta
A grandeza simplória do Mestre Carpina
Que no bequadro da nota que se apresenta
Não é pai e nem tão pouco dono de mina.

O mestre não é azêmola da igualha docente
E nem iguala e descida de status social
Se na esfera de um comportamento insolvente
Bonachão está na mente dum contexto natural.

Um gigolô que engatinha no seu fascículo
Em coaduna prolifera à pindaíba
Um Mestre culto não banqueia o seu discípulo
Mas lhe ensina a caçar bela guariba.

O mestre para o borracho não é tacanho
Pois dá a vara, dá a isca e o anzol
Pegar um peixe pode ser de bom tamanho
Mas é a balda que tosca o ledo em arrebol.

Ser um somítico não igualha o ser padrinho
Se a carraspana só irmana o bom real
Se trabalhar numa adega de mansinho
A mendicância vai se cobrir com um jornal.

Se um pedido de desculpas é aceito
Para abafar a ferida que foi criada
Vai renascer no pifão um preconceito
Numa energia que já foi contaminada.

Feito dia: 05/ 01/ 2014.

VARA MAGRA

LÁ VAI A VARA MAGRA PASSANDO DE COBERTURA MINGUADA, NUM SAIOTE DE PINOTE BEM CURTINHO E AINDA POR CIMA O SEU PATRÃO DE CARAVELHO NÃO QUER QUE OS BOCEJADORES DE PLANTÃO NÃO OLHE PARA A PORCARIA DE SUA PRODUÇÃO. UMA BONECA DE FUNDILHOS MAGRICELOS. QUIS O BESTA DO PATRÃO E PRODUTOR DE TÃO VIL PRODUTO COLOCAR A PRODUÇÃO NUMA LOJA DE VITRINE E AINDA PEDIRA PARA QUE NENHUM HOMEM CONSUMIDOR OLHASSE E ADMIRASSE AQUELA VARA DE ENCHIMENTO EXCASSO. SÓ SENDO UM BESTA MESMO DE NÃO PERCEBER QUE UMA VEZ COLOCANDO O PRODUTO PRA FORA DE SUA CASA E DE SEUS CUIDADOS E AMPAROS NÃO SERÁ MAIS HOMEM SUFICIENTE DE COIBIR O QUE NÃO PODE COBRIR E NEM NÃO POUCO CONSUMIR. CIÚME DE UMA VARA MAGRA DE BONEQUICE É IDIOTICE DE UM PRODUTOR. O PRODUTO SÓ ESTÁ SENDO DO PRODUTOR ATÉ O EXATO MOMENTO QUE ELE DISPOR PARA O CONSUMO. E COMO A VARA MAGRA JÁ ESTAVA DISPOSTA PARA O CONSUMO PODE COMPRAR NÃO SÓ HOMENS, MAS MULHERES TAMBÉM, JÁ QUE VIVEMOS NUMA SOCIEDADE DEMOCRÁTICA.

OS BANHOS NOS RIACHOS DO SERIDÓ

 ATINAVAM-SE os seridoenses para o céu pedindo chuvas e mais chuvas em torrentes marianas que viessem aplainar os secos solos ignotos do sertão seridoense e desenhasse se possível uma paisagem libidinosa e afoita para as brincadeiras e bebedeiras que se criaram e se tornaram vícios tradicionais por essas bandas de chão esturricados.
Quando se escurecia o céu de nuvens encharcadas de água e o vento assoprava com meiga força as faces íngremes do povo seridoense se via por sinal os pulos e mais pulos dos besuntados de euforia nos pensamentos mais inéditos de usar as terras molhadas e reservadas aos acúmulos de água em poças, poços, cacimbas velhas, rios, açudes, barreiros, lagoas e riachos metidos Caatinga a dentro e que exalavam o cheiro da puridez frescosa do ar molhado com a quimera do líquido endeusado de fervor, de clamor e de satisfação aos socorros que a terra trará. E não só eram os humanos que sinalizavam sua euforia não. Nos tempos de outrora os animais como pássaros e sapos viam a magia das águas como surreal e necessária a sua existência. E fazia seus barulhos do jeito que Deus lhes deu o dom da comunicação.
Aos humanos eram destinadas as preparações para a vivificação do momento. Muitos cabocos corriam logo a uma bodega e compravam logo uns litros de cachaça de cana pura ou de alambiques amofinados. Para os que não tiveram contatos com a moderna geladeira, o pé do pote era a maneira mais trivial de se refrigerar uma bebida. Deixavam lá a dias e na hora da precisão de levar aos banhos de reservatórios corriam no pote e pegavam a manguaça e levavam a tiracolo.
Devia muitos cabrochas levar mulheres de todos os tipos para ficarem nos afoitamentos medonhos e também para que elas cozinhassem porque, diga-se de passagem, que comida de mulher é melhor do que a de homem. Mas muitas mulheres iam para depurar junto com os homens a maldita manguaça. E às vezes bebiam tanto que viravam a perna pro ar.
O tira-gosto era por sinal peixe assado, peixe-frito ou peixe cozinhado. Vez por outra tinha um caboco que levava uma baladeira para matar umas rolinhas ou arribaçãs e torrá-las na bebedeira mesmo. Uns até perniciosos queriam talvez pegar um peba ou um preá de bala mesmo para torrar na trempe e degustar do sulco maravilhoso da calmaria que se tinha nas antigas.
Na hora de pular na água a fusaca era grande e uns até apostavam corrida para ver quem chegava mais rápido na travessia de um poço ou riacho. A festança era grande e os furrubis dentro da Caatinga se ouviam a distancia.
 
AUTOR: EDNALDO LUÍZ DOS SANTOS.

A VIZINHA PASSANDO O RODO


POETA: EDNALDO LUÍZ DOS SANTOS
POESIA: A VIZINHA PASSANDO O RODO

Ingrediente que todo dia tem higiene
É mais forte o poder da tentação
Não tendo sogro que afaste o delinqüente
É imponente o poder da perdição.

É nessa cena que encena um eloqüente
Vivificando o mormaço angular
Se na premissa esta cena é tão frenética
Falta estética para o ogro depurar.

A branquidão que exala o fim da ética
Corre o conluio do mau gosto indesejado
O belo rodo que se faz em personagem
Pra malandragem é um jogo do pecado.

Aquele taco de fiapo na vesteagem
Atiça olfato da malicia em doravante
Na vadiagem de refresco vegetal
O único mal é não ceder à cena errante.

O monstro-chefe com um ar tão marginal
Quis impedir as malocas do malogro
E não prevendo a grandeza marginária
Foi ordinária a intenção do monstro-ogro.

Aquele rodo que mostrava a vida hilária
Pra vizinhança só figura um dissabor
Uma perereca que se veste escandalosa
Não é a prosa de um sapo promissor.

Pois sendo a lírica de grandeza melindrosa
Só prolifera o efeito produtivo
Se o rodo passa retirando a água suja
É uma coruja que se esconde ao olho vivo.

Feito dia: 14/ 04/ 2014.

A TÍMIDA DO TRUNFO

            
ACHO que as eiras e as beiras devem ter estado presente naquele recanto de encanto duplo quando com certo ar de trunfo esguio deparou-se o Magno das Letras com a Tímida com um olhar tão esbeltico que deveras teve de se apaixonar por aquela que se dizia arcaica nos seus desejos.
Ela era portadora dos desejos macunluiados com as demais socializáveis que havia nas redondezas do logradouro que mais parecia um poço de calma e tranqüilidade do que um depósito de vômitos da modernidade. Era na cabeça de outrem um mar de estrela todo enfeitado com o às da paixão.
Desde então se viu que aquela era a hora de se provar o desprovado, mas não obstante de se recuar aos olhos vistosos dos arquétipos de plantão. A fuga arredia naquela hora não tramava um aspecto sem nexo pelo simples fato de não ter tido de usura uma conexão a gosto prazo.
Mas teve de se aportar nas eiras e nas beiras do olhar pertinente ante a voga da razão corroída do mal insano. Visto de baixo para cima tal qual seria a fama sem rama da grotesca união ogral dos mares límpidos das letras escaldadas. Pois as cartas na mesa e partiu-se no horizonte pernoitado.

O ARROMBO DEU TOMBO PARA A POMBA DO POMBO

O ninho de pombo lascou-se no lombo quando de vez em quando a Pomba Colomba botou tromba e fiou dias e mais dias de pernoite procurando o começo da meia-noite. Saiu para orar no templo sagrado a boca da noite e pesquisou que ia demorar uns bocados, pois já levava a tiracolo a vida de chiqueza em doravante d’ante a bolsa de cigarra que de outrora fizera para mostrar poder a sociedade pombial.
Levou também no bico os gestos desprezíveis de bicho que quer ser mais do que os outros bichos. O templo ficava numa pedra imaculada que se mostrava diante para um vilarejo. A tal Pomba de muito curiosa tinha de ficar lá nos dias sagrados para ela.
Passando muito tempo no templo a Pomba de lombra esqueceu no próprio ninho a carta que, segundo Sylva Orthof, uma repórter autora da época, fora achada por ela numa cesta em um quintal da casa onde ela residia. Tal carta era chamada Carta de Amor e que fora escrita por um ser apaixonado. O escritor havia escrito a carta falando do seu amor, mas esqueceu por descuido amoroso de colocar o endereço e a autoria, simples coisas que fizeram a carta ficar chorosa procurando a amada. Todavia, quando a Pomba Colomba estava em casa, no ninho, a carta nem tampouco chorava já que a Pomba sem lombra a consolava.
Seu mancebo era o Pombo de Lombo no Ombro, apelidado de Pombo Lombal, e vivia procurando pau-brasil para retirar a tinta e vender para as pombas mais velhas que queriam entrar na moda de pintar as penas envelhecidas como se fossem novas. E pau-brasil era difícil dado a praga portuguesa que retirou muito das encostas brasileiras. Por isso que o Pombo ficava a fios de tempo, para lá do templo, num universo ateu.
Pomba Colomba de súbito se lembrou que houvera de ter esquecido a carta chorona e correu em desacordo e de acordo com o fato chegou ao ninho e teve uma surpresa: o ninho foi usurpado. E de lá levaram a carta. A Pomba se desesperou e procurou logo saber quem houvera de fazer aquilo.
Não demorou muito e logo ela descobriu o fato. Ocorre que um casal de canários passando perto do ninho de pombas ouviu os choros da carta chorona e arrombou os capins e retirou a carta que logo denunciou: queria ser enviada ou ajeitada para ser entregue a sua amada. Coisa que a Pomba não fizera porque nem ela mesma sabia quem havia de ter escrito aquelas denúncias de amor. Os canários não sabiam também o endereço, mas fizeram algo que deixou a carta mais animada: colocou ela em cima de uma pedra-correio para ver se o Pombo Correio resolvia tal problema.
A Pomba Colomba foi lá à pedra e não mais viu a carta chorona e pagou o preço por sua omissão. Não se sabe ao certo aonde a carta foi parar. Uns dizem que a carta ficou ressecada no Sol e se deteriorou. Outros dizem que a carta foi voada para dentro de um incêndio. Mas o que sabe é que a Pomba nunca mais a viu e que por ter omitido a carta, os canários avisaram a um lenhador e o mesmo arrombou o ninho da Pomba com uma serra - elétrica. Ficou a Pomba sem uma sombra.
E a carta chorona foi vista nas redondezas em companhia de um carteiro – gavião e se estambocou no oco do mundo. A tal carta era a última da declaração amorosa que teve de ser escondida porque jamais fora endereçada.
Nem a própria Sylvia soube para onde ela foi.  

(texto reinventado do Livro Pomba Colomba, de Sylva Orthof).

DOCENTE SUTIÃ


POETA: EDNALDO LUÍZ DOS SANTOS
POESIA: DOCENTE SUTIÃ

Tem vezes na nossa vida
Que vemos coisas insã
Meninas muito cabida
E outras com muito afã
Mas nunca na nossa mente
Há de vermos uma docente
Se mostrar com um sutiã.

Seu sutiã era pretinho
Com duas argolas por baixo
Realçando os seus peitinho
E se provocando os macho
Na espuma o enchimento
Atiçava o pensamento
E reacendia o facho.

Naquele momento insano
Reteve o olho ofúsculo
E por debaixo do pano
Crescia tosco o músculo
Num frenesi de degusto
O ziguezague do busto
Causava forte crepúsculo.

As glândulas enrijecidas
Pela produção prolente
Não tavam empalecidas
Para o poeta docente
Que maculou a orgia
Num sutiã de abadia
Que o olho fez-se inocente.

E a alça da suspensão
Macula o forte desejo
Contrariando a mão
Que acoita o grande manejo
É fruto da puberdade
Que faz a fecundidade
Lançar natura o despejo.

E flora a flora da flor
Ligando os bicos de alerta
Interligando o clamor
Para uma provança incerta
São cenas pinoteadas
Que são desencadeadas
Por uma maçã aberta.

Feito dia: 14/ 04/ 2014.

IMAGEM MATERNA

SEGURA senão um produto abrupto, insigne e mequetrefe. Talvez fora necessário horas e horas de retenção e proteção na área hanchurada de alfazemas e fenos onde sem maiores delongas se teria o crédito de ultrapassar as barreiras. Mas indecisória sóis a tal ponto que o encontro do mancebo não pereneou a aflição e teve porque teve de se manter numa postura de “carpien dien”.
Ancorava no súbito ato de evacuar as glândulas perniciosas de lactose fresquinha que aquele goto fatigante de sanguinolência maldita teve se adorar ao sabor e viver de forma saudável a partir do ensejo da imagem. Ficava ela senão horas e horas a se sentir de gozo diante da sucção formidável daquela pequena esfera de apuros ignotos. Foi para o público o delírio da perdição e não obstante o fulgor da redenção matreira. Posta madre de arredia fumegante que talvez tenha abandonado o posto por causa de um composto de mal-gosto. E mesmo tendo sido em Agosto sem o gosto da aprovação perdeu-se a imagem no calabouço dos despojos e futicou a falange moribunda.
Conhecer o tempo de suscetível endolação imagética não satisfaz a mesmice de vida de outrem, mas conspira contra a razão danosa. Pobre do caos que se gerará em seguida!

AMOR ERRANTE

POETA: EDNALDO LUÍZ DOS SANTOS
POESIA: AMOR ERRANTE

Nessas ondas de assaltos
Eu vou ser um meliante
Invadir a sua casa
E brigar com seu amante
Fazer você de refém
E mostrar que eu faço bem
Com esse meu amor errante.

Vou botar você na mira
Do meu composto calibre
Fazer você me beijar
Com gostinho de gengibre
Amordaçar tua fala
Botar na boca uma bala
Nesse momento tão libre.

Puxar você no cabelo
Tocar meu forte terror
Dizer palavras tão fortes
Causar um clima sem dor
Prender você por enquanto
E reter o seu encanto
Com seus suspiros de amor.

Vasculhar a sua casa
Procurando teu segredo
Tuas notas que demarcam
O poder do meu enredo
A missiva que engana
Tal desconfiança irmana
O sabor do meu brinquedo.

Na pressão psicológica
Vou fazer você chorar
Repensar na sua vida
Que se vive sem pensar
Você vai se arrepender
Por ter perdido o prazer
Que perdeu sem se amar.

Mas você há de convir
Que eu sou louco por ouro
Que as seis partes de você
Para mim é um tesouro
Levo tudo de você
Basta só tu me ceder
A paixão de matadouro.

FEITO DIA: 14/ 04/ 2014.

TEMPOS MAUS

POETA: ZÉ BEZERRA.
POESIA: TEMPOS MAUS.

De vez em quando nos deparamos
Com absurdas realidades
São fatos graves que acontecem
Nas mais diversas localidades
Pânico que se alastra, vidas inseguras
Tantos sofrimentos, tantas amarguras
Devido a tantas barbaridades.

A tristeza, o medo, a insegurança
Nos deixam frágeis e impotentes
Desatinados, traumatizados
Por circunstâncias incoerentes
Incomparáveis constrangimentos
Intempestivos pressentimentos
Impregnados em nossas mentes.

Alimentados por incertezas
Retrocedemos, não avançamos
Se o rumo certo não é seguido
Sem esperança nos perguntamos
Por que os males tão rápido crescem
Com as barbáries que acontecem
Que mundo é este em que nós estamos?

Por que o ódio é tão presente
E as boas obras são esquecidas
Por que há tanto na humanidade
Mãos desumanas e homicidas
Gerando atos de truculência
E a guilhotina da violência
Diariamente ceifando vidas?

Ó Senhor Deus protegei a todos
Para os efeitos do bem crescerem
Que reine a paz em todo o planeta
Fazei os homens compreenderem
Que o amor aniquila as crises
E só podemos viver felizes
Se os tempos maus desaparecerem.

Autor: Zé Bezerra

FONTE: http://www.sertaocaboclo.com.br .