sábado, 4 de fevereiro de 2017

A MÚSICA QUE INSERE A MACONHA COMO COISA COMUM

SAI PRA LÁ SEU MACONHEIRO! Vá simbora, pegue o beco, infeliz das costas ocas! Vá pra o raio que o parta, condenado dos infernos! Você que é um maconheiro, cachaceiro e vagabundo e ainda quer que eu der a autorização pra você namorar com minha filha! Você acha que é fácil assim....? Deixar de fumar maconha só porque você se apaixonou por minha pequena?
Acho que seria mais ou menos assim que o pai da gata que esse maluco que escreveu essa porra dessa música conhecida como "Deu Onda" gostaria de dizer. Um personagem que gostava de usar maconha e de beber e só porque conheceu a mina quer largar tudo isso pra ficar com a nêga. Será mesmo que o pai dessa nêga poderia realmente autorizar esse personagem ao namoro com sua filha?
Essa música passa para a nossa sociedade atual uma ideia de que o uso da maconha ou outras drogas afins podem ser usadas em qualquer lugar e além do mais ter a concordância de toda uma sociedade de bem. E o pior é que essa música tem sido tocada em vários meios de transmissão. Aqui mesmo em Caicó a onda é essa: Deu Onda com essa onda eletrônica e a juventude no torpe da alienação curte essa desgraça como se fosse bonito e banal. Para se ter uma ideia teve uma Rádio FM de Caicó que começou a tocar essa música e quando deu fé que estava tocando a sua segunda versão muito mais imoral e degradante, onde se repete "meu pau te ama" constantemente, foi que a locutora decidiu parar a transmissão em pleno ar.
Imagine só as nossas crianças ouvindo esse sucesso? E isso aconteceu porque eu mesmo vi uma pré-adolescente ouvindo essa música em sua versão original e a sua versão despudorada. Eu perguntei porque ela ouvia aquilo e ela me respondeu "porque eu gosto de ouvir falar nisso". Dessa feita eu me pergunto: que tipo de educação nossas crianças e adolescentes estão expostos? É uma barbárie. a gente ter que ouvir esse tipo de música e o pior ter adeptos dizendo que é bom. E o cara autor desse estupro cultural ainda dizendo que gosta de ver o seu amor "sentando' de forma que lhe deu onda. E ainda se coloca na condição de pai e tece uma ideia de outro tipo de amor de um pai por uma filha, mesmo que seja de forma irônica. É UMA VERGONHA! PERMITIR TIPOS DE CULTURAS COMO ESSA SEREM FEITAS E DIVULGADAS DE FORMA LIVRE, SEM PUNIÇÃO. COITADA DAS NOSSAS FUTURAS GERAÇÕES!!! TENHO DITO!  

VEJA ABAIXO A COMPOSIÇÃO REAL DESSA DITA MÚSICA (A IMORAL EU NÃO QUIS EXPOR AQUI):

"DEU ONDA

Eu preciso te ter
Meu fechamento é você, mozão

Eu não preciso mais beber
E nem fumar maconha
Que a sua presença me deu onda

O seu sorriso me dá onda
Você sentando, mozão, me deu onda

Que vontade de ter, garota
Eu gosto de você, fazer o quê?
O pai te ama
          
Que vontade de ter, garota
Eu gosto de você, fazer o quê?
Meu pai te ama, é

Meu pai te ama
Meu pai te ama, é

Meu pai te ama".

Nenhum comentário:

Postar um comentário